Conheça Wrapunzel: muito além de Tzniut.

Wrapunzel é uma página na internet, criada a partir do blog pessoal da Andrea Grinberg, para mulheres judias religiosas que cumprem o mitzvah (mandamento) de cobrir os cabelos. Com o passar do tempo, Wrapunzel se tornou uma comunidade online de mulheres judias e não judias que tem interesse em cobrir os seus cabelos. Hoje, nove mulheres trabalham na equipe que administra o site.

15235385_1311500338880418_1639690267197508296_o
Andrea Grinberg / Fonte: Facebook Oficial Wrapunzel.

Para que não sabe, as mulheres judias das comunidades ortodoxas cobrem o cabelo depois que se casam, tal prática é considerada um mitzvah (mandamento religioso). É uma prática exclusiva das mulheres judias ortodoxas? Não, em comunidades do movimento conservador judaico existem mulheres que cumprem esta mitzvah (mandamento) e outras religiões tem prática semelhantes.

O ato de cobrir os cabelos por motivos religiosos – no caso específico das mulheres casados no judaísmo – é algo que pode parecer ultrapassado, fora da moda do momento ou uma prática que oprimi a mulher de alguma forma, especialmente devido ao fato de que grande parte dos judeus do mundo vivem em países seculares que abraçam valores liberais. Por que a comunidade online Wrapunzel é interessante? Porque ela demonstra que esta prática religiosa tem um lado libertador, fashion e bonito.

Batya Rosner, em seu artigo para a União Ortodoxa Americana, definiu a Wrapunzel como um santuário para todas aquelas mulheres que buscam uma discussão profunda, espiritual e real. “Como mulheres judias, nossa visão é compartilhar a sabedoria de se cobrir em dignidade; se cobrir com o objetivo de revelar. Existe uma sabedoria antiga que informa que a alma de uma pessoa irradia através da face da mesma (…)”, segundo o site oficial Wrapunzel.

14563390_1282568488440270_1655284162586840190_n
Fonte: Facebook Oficial Wrapunzel

Leia abaixo a entrevista que a Roteirista na Yeshiva fez com a equipe da Wrapunzel e conheça mais sobre essa comunidade online.

RY: O que é a Wrapunzel? Como foi criada? Quantas pessoas estão envolvidas no projeto e quais são os seus planos para o futuro?

W: A Wrapunzel começou em 2012 como um blog devotado a arte de cobrir os cabelos. Desde então, cresceu e se tornou uma enorme comunidade internacional de mulheres que cobrem os seus cabelos. [Essa comunidade] inclui uma loja online, o wrapunzel.com (que é a fonte central de materiais necessários para cobrir os cabelos), o blog, a página no Youtube com dezenas de vídeos de tutoriais, uma comunidade online de fãs com dezenas de membros, e muito mais! Nós temos uma equipe pequena e unida de menos de doze pessoas, mas se você incluir os nossos contribuidores, apoiadores, voluntários, costureiras (…), a família Wrapunzel é bem grande.

Nós esperamos continuar a crescer para que todas as mulheres que cobrem os seus cabelos possam ter acesso a materiais de alta qualidade e os recursos necessários. Mesmo que nós já trabalhemos com entregas para o mundo inteiro, nós queremos tornar o acesso ainda mais fácil. Por exemplo, um dos projetos nos quais nós estamos trabalhando é ter distribuidores fora dos Estados Unidos para que mulheres que vivem no exterior possam ter o material para experimentar e comprar os produtos da Wrapunzel!

RY: A Wrapunzel é um sintoma do crescente feminismo nas comunidades judaicas do mundo?

W: A resposta depende muito da sua definição de “feminismo”. Wrapunzel é um negócio cujos donos e administradores são judeus, e nós valorizamos dar as mulheres muitas, muitas opções para encontrar a sua própria expressão pessoal, enquanto elas cumprem a mitzvah de cobrir os cabelos. Contudo, muitas de nossas fãs e clientes não são judias e mesmo dentro da comunidade judaica nós ouvimos diferentes interpretações sobre o que o ato de cobrir os cabelos significa (num sentido pessoal) para cada mulher.

Algumas entendem como quase uma “call to action” – uma resposta à mídia e a demanda do mundo secular para que se mostre mais pele com objetivo de se chamar atenção (ao invés de ser reconhecida pelo seu caráter) – o que pode ser interpretado como feminista. Para outras [mulheres], o ato de cobrir o cabelo representa a diferença entre o papel especial dado a mulher no judaísmo observante e o papel dado ao homem – e algumas dessas mulheres provavelmente iriam preferir evitar a associação do ato de cobrir o cabelo com o conceito de feminismo. Então, é algo muito pessoal.

RY: Como a Wrapunzel definiria “uma linda mulher judia”?

W: Aqui na Wrapunzel nós achamos que a beleza tem muito mais haver com quem a mulher é dentro de si do que como ela se parece. A mulher judia linda é uma mulher judia que faz belas ações e que tem um caráter belo! Ela provavelmente vai se sentir mais linda quando ela se vestir de uma forma que deixe o seu verdadeiro eu (interior) brilhar externamente.

RY: A Wrapunzel tem planos de visitar o Brasil?

W: Nós temos feito eventos em dezenas de cidades nos Estados Unidos e em três países diferentes! Nós iríamos adorar poder visitar o Brasil. Por favor mande um e-mail para events@wrapunzel.com para saber mais como abrigar um evento Wrapunzel!

RY: Se a equipe da Wrapunzel pudesse dar um conselho para as jovens mulheres dias na casa dos 20 anos, qual seria?

W: É difícil ser uma jovem mulher judia de 20 anos! Nós estamos rodeadas de mensagens conflitantes e pode ser difícil dizer qual delas são importantes. Como uma jovem mulher, tire um tempo para descobrir quais são as suas prioridades espirituais e quais são os seus pontos fortes para que você possa alinhar a sua vida com eles. Cada uma de nós tem um propósito único e irreplicável no mundo. E a vida fica muito melhor quando nós estamos vivendo de acordo com o que fomos feitos para fazer!

Um comentário sobre “Conheça Wrapunzel: muito além de Tzniut.

  1. Na verdade toda mulher judia que teve relacionamento intimo com um homen deveria cobrir a cabeça mas como isso exporia as mulheres q decidissem se tornar religiosas,a mitzva fica com açao sobre as q tem filhos ou sao casadas!Como no judaismo orrodoxo as mulheres casadas é q tem contaro intimo as pessoas oensam q sao as casadas mas sao as q nao sao mais virgens e como as q tem filhos fica claro a condiçao de ser mulher ela devera cobrir a cabeça !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s